Exemplo de curriculum vitae para primeiro emprego

Exemplo de currículo para primeiro emprego

Estás a estudar ou acabaste recentemente os teus estudos e estás à procura do primeiro emprego? Então vais precisar de criar um currículo para primeiro emprego bem estruturado e apelativo! Se não sabes como criar este documento, não te preocupes: vamos guiar-te pelas secções que deves incluir e dar-te todas as dicas de que precisas para garantir que consegues um documento que te abra as portas do mercado de trabalho.

Secções-chave a incluir num currículo

Um currículo, ou curriculum vitae (CV), é um documento que apresenta o teu perfil enquanto profissional e é dividido em secções que representam diferentes aspetos desse perfil. Existem secções obrigatórias e opcionais, pelo que deves saber quais as que precisas realmente de inserir e as que podes adicionar caso sejam benéficas. As secções são apresentadas em seguida.

Informações pessoais

As informações pessoais são obrigatórias, já que permitem que o recrutador te identifique e possa contactar para marcar uma entrevista ou dar feedback sobre a tua candidatura. Esta secção inclui o teu nome e apelido, número de telefone e endereço de e-mail. Também podes incluir elementos como o teu perfil do LinkedIn, carta de condução, naturalidade, morada, ligação para um portfólio ou website, etc.

Resumo/Objetivo

Colocar esta secção, que consiste num parágrafo curto com duas ou três linhas, não é obrigatório, mas é altamente recomendável. O objetivo é apresentar uma panorâmica das tuas qualificações e objetivos profissionais. Destaca as tuas competências, educação, experiências e atributos pessoais mais relevantes que te tornam num(a) forte candidato(a).

Exemplo:

Sou recém-formado em Engenharia Informática pela Universidade do Porto. Considero-me apaixonado pelo desenvolvimento web e estou ansioso por contribuir com as minhas capacidades de resolução de problemas para uma equipa dinâmica. Domino as linguagens HTML, CSS, JavaScript, PHP, SQL e a biblioteca React.

Educação

A secção de educação é onde colocas o teu percurso académico principal, ou seja, os teus graus de ensino secundário e/ou superior. Geralmente, esta secção vem após a de experiência profissional, porém, como os candidatos a primeiro emprego não têm uma experiência profissional significativa, a educação tende a ser colocada primeiro num currículo para primeiro emprego, para proporcionar maior destaque.

Para cada bloco de educação, coloca o nome da escola/universidade, o grau e a designação do curso, a data de início e término, bem como uma descrição com pontos onde indicas aspetos relevantes.

Exemplo:

Mestrado em Engenharia Informática pela Universidade do Porto
Setembro de 2018 - junho de 2023

  • Participação no grupo de estudos sobre Inteligência Artificial na Saúde.
  • Apoio na preparação da conferência “O futuro da Informática na era da IA”.
  • Média final do curso: 15 valores.

Experiência profissional

A experiência profissional pode ser uma dor de cabeça para os candidatos a primeiro emprego, mas não precisa de ser assim. Na realidade, existem várias maneiras de compensar a falta de experiência:

  • Estágios: Colocar estágios curriculares ou profissionais como blocos de experiência é a melhor opção, já que são experiências laborais que podem resultar no desenvolvimento de competências importantes, principalmente se tiverem sido na área em que procuras emprego.
  • Empregos a tempo parcial: Muitos estudantes trabalham a tempo parcial para obter algum rendimento enquanto estudam. Se trabalhaste a dar explicações, em restaurantes, call centers ou noutros trabalhos em part-time, não te esqueças de o mencionar.
  • Trabalhos de verão: Se trabalhaste como nadador-salvador, promotor, empregado de mesa, ou noutro tipo de trabalho de verão, colocar essa experiência será algo valioso, já que demonstra a tua vontade de trabalhar e ganhar experiência quando poderias estar simplesmente a desfrutar das férias.
  • Voluntariado: Participar em recolhas de alimentos para o Banco Alimentar, ajudar na limpeza de matas, auxiliar pessoas com deficiência… são atividades equiparadas à experiência profissional, que podes usar a teu favor.

Para cada bloco de experiência profissional do teu currículo para primeiro emprego, deves colocar o nome da empresa, a designação do teu trabalho, a data de início e de término e uma descrição das tuas funções e realizações.

Exemplo:

Estágio profissional como Engenheiro Informático na Idealis Web
Setembro de 2023 - Maio de 2024

  • Criação de websites completos (back e front-end) com React, PHP e bases de dados SQL.
  • Interação com clientes para a implementação das alterações solicitadas.
  • Melhoria da velocidade de processamento das bases de dados em 10% devido à implementação de uma nova metodologia.

Competências

As competências são essenciais, mesmo num currículo para primeiro emprego, já que se referem às capacidades, aptidões e conhecimentos que possuis e podem ser importantes para o trabalho em causa. Podem ser divididas em competências pessoais, essenciais para uma comunicação e colaboração eficaz, e competências técnicas, que se referem à capacidade de fazer algo específico, ao domínio de técnicas e ferramentas. As competências pessoais incluem qualidades como a capacidade de trabalhar em equipa, resistência ao stress, comunicação, empatia e capacidade de adaptação. As competências técnicas referem-se, por exemplo, ao domínio de determinados softwares ou linguagens de programação, gestão de projetos, carpintaria, eletricidade, análise de risco, avaliação de imóveis, etc.

A lista de competências geralmente não tem mais do que 6 elementos e inclui competências técnicas e pessoais.

Exemplo:

  • Python;
  • Microsoft Office; 
  • Adobe Photoshop;
  • Resistência ao stress;
  • Organização;
  • Adaptabilidade.

Secções adicionais

Além das secções indicadas acima, podes adicionar outras, caso melhorem o teu currículo para primeiro emprego. Estas podem ser uma excelente ideia também para tornar o teu documento maior, já que os currículos dos candidatos a primeiro emprego tendem a ser mais pequenos do que os demais devido à escassa experiência profissional.

Algumas das secções opcionais mais importantes são:

  • Idiomas: Esta é provavelmente a secção opcional mais comum e inclui as línguas estrangeiras que dominas, bem como o teu grau de domínio. Pode ser extremamente importante para empregos que exijam contacto com clientes, fornecedores ou colegas estrangeiros, ou deslocações ao exterior.
  • Certificados: Esta secção é diferente da de Educação, pois refere-se ao percurso formativo não principal, ou seja, a formações, workshops ou cursos de curta duração. É muito importante caso os certificados te tenham habilitado com competências importantes para o trabalho.
  • Hobbies e interesses: Se realizares atividades na tua vida pessoal que possam ser relevantes para o trabalho que desejas, podes incluí-las no teu currículo para primeiro emprego. O hobby da fotografia, por exemplo, pode ser importante para um designer.
  • Voluntariado: O voluntariado é uma atividade cada vez mais apreciada pelas empresas, já que mostra qualidades importantes, como empatia, dedicação e a capacidade de te sacrificares em prol de algo.

Dicas para criares o teu currículo para primeiro emprego

Agora que já sabes o que pôr no teu currículo para primeiro emprego, deixamos-te algumas dicas para que o teu documento apresente a maior qualidade e, portanto, seja mais suscetível de impressionar os recrutadores. 

Analisa o anúncio de emprego

Analisar adequadamente um anúncio de emprego é algo que poucos fazem, porque implica não só a sua leitura, como a recolha das palavras-chave mais relevantes. É muito importante que apontes expressões-chave usadas no anúncio, principalmente as relativas ao título do cargo e competências, e personalizes o teu currículo para primeiro emprego com as mesmas. Por exemplo, se o anúncio pedir um “responsável de vendas” e o teu CV tiver “vendedor”, deves mudar esta expressão para condizer com a do anúncio. Fazer isto aumentará as hipóteses de o teu documento ser encontrado pelos sistemas de recrutamento ATS.

Foca-te na educação

O principal ativo de um recém-formado é quase sempre a educação, pelo que deves assegurar-te de descrever adequadamente esta secção. Dá detalhes sobre aspetos importantes em cada bloco de educação, como a tua média final de curso (se for benéfica), a participação em grupos de estudo ou clubes, eventuais publicações em revistas científicas, a participação em conferências ou até projetos em que tenhas estado envolvido(a). Não te esqueças de colocar esta secção antes da de experiência profissional para lhe dar destaque. Fazer isto no CVwizard é muito simples: basta ir ao editor, clicar no lado esquerdo na secção desejada e arrastá-la para o lugar pretendido.

Escolhe o formato certo

Existem dois formatos de currículo, cronológico e funcional. O último é focado nas competências e é mais adequado para quem tem lacunas no percurso profissional. Já o formato cronológico apresenta a educação e a experiência profissional por ordem cronológica inversa, ou seja, das experiências mais recentes para as mais antigas. O ideal é optares por este formato, para evitar desconfianças por parte dos recrutadores.

Escreve uma carta de apresentação

Uma carta de apresentação é um documento onde podes explicar mais aprofundadamente as tuas qualificações e a tua motivação para conseguir o emprego. É uma forma de mostrar que tens mesmo interesse na oportunidade e entusiasmo em fazer parte da equipa. Também podes usá-la para detalhar um processo em que estejas a desenvolver competências, como tirar um curso. As competências são algo muito importante para o acesso ao mercado de trabalho, já que “em 2023, cerca de 75% dos empregadores de 21 países europeus não conseguiram encontrar trabalhadores com as competências adequadas(1).

Cria um currículo para primeiro emprego impecável!

Neste artigo vimos tudo o que pôr no currículo para primeiro emprego. De forma geral, deves:

  • Inserir todas as secções obrigatórias e algumas opcionais para enriquecer o documento.
  • Dar ênfase à secção de educação, colocando-a antes da experiência profissional.
  • Analisar devidamente cada anúncio de emprego e personalizar o currículo em função disso.
  • Rever bem antes de enviar o documento.

Se quiseres garantir que o teu currículo para primeiro emprego é impecável, usa a plataforma de criação de currículos do CVwizard. Temos diversos modelos de curriculum vitae de aspeto cuidado e profissional, que podes personalizar à vontade para o tornar mesmo teu. Não esperes mais e cria já o teu currículo de sucesso! 

Referências:

(1) Human Resources Portugal: Crise no mercado de trabalho da UE: empregadores não conseguem encontrar pessoas com as competências certas. Veja que posição ocupa Portugal no ranking da “falta de talento”

Partilhar via:

Cause uma boa impressão com o seu curriculum vitae.

Crie e descarregue um curriculum vitae profissional de forma fácil e rápida.

Criar curriculum vitae