Como escolher o formato de curriculum vitae

Como organizar o seu curriculum vitae

A organização é um aspeto fundamental em qualquer bom currículo ou curriculum vitae (CV), pois facilita a leitura, tornando-a mais agradável, e transmite a ideia de que o candidato é uma pessoa organizada. Neste artigo dizemos-lhe tudo sobre como organizar o seu documento e escolher o formato de curriculum vitae mais adequado para a sua experiência e o tipo de trabalho que procura.

Definições de ordem/estrutura de um curriculum vitae

Falar de ordem ou estrutura do curriculum vitae é algo um pouco complexo, já que envolve dois aspetos. Um deles está relacionado com as secções do currículo, como as informações pessoais, experiência profissional, educação ou competências. Estas são as grandes divisões de construção de um CV e tendem a seguir uma sequência predefinida. O outro aspeto fundamental é o formato do curriculum, ou seja, o tipo de documento usado. Existem dois tipos principais:

  • CV cronológico: Este é o formato de curriculum vitae mais usado e tem como principal objetivo destacar a sua experiência profissional. Caracteriza-se pelo facto de apresentar os blocos das secções de experiência profissional e educação segundo uma linha temporal que facilita o entendimento do seu percurso.
  • CV funcional: O formato de CV funcional caracteriza-se por destacar as suas competências em vez da experiência profissional. Tende a ser um documento mais curto que o cronológico. Apesar de ser comum em países como os Estados Unidos, é pouco habitual em Portugal.

Secções de um curriculum vitae

Como já foi referido, as secções de um curriculum vitae são as divisões fundamentais do documento. Existem algumas obrigatórias e outras opcionais, sendo que deve planear bem o conteúdo que deseja colocar no seu documento, para que este não ultrapasse as duas páginas. Geralmente, as secções seguem uma ordem, que pode ser alterada se for necessário para dar mais destaque à sua candidatura. As secções de um currículo são apresentadas em seguida.

Informações pessoais

As informações pessoais são um conjunto de dados que constam de qualquer formato de curriculum vitae que permitem identificar e contactar o(a) candidato(a) para marcar uma entrevista. Incluem o nome, endereço de e-mail e número de telefone. Também podem conter elementos como o endereço do LinkedIn, estado civil, morada, nacionalidade, carta de condução, portfólio, etc.

Resumo/objetivo

Apesar de não ser obrigatória, é altamente recomendável inserir esta secção, que também é chamada de perfil profissional. Trata-se de um parágrafo curto (de duas ou três frases) em que indica os seus principais pontos-fortes e realizações, e o que o(a) motiva enquanto candidato(a). O resumo ou objetivo tem como principal objetivo captar a atenção do recrutador e deve ser adaptado a cada oportunidade a que se candidata. Nos melhores modelos de curriculum vitae, esta secção é altamente destacada.

Experiência profissional

Esta é a secção mais importante de um curriculum vitae cronológico e indica os empregos que teve. Também pode incluir estágios curriculares ou profissionais, bem como empregos de verão, caso tenha pouca experiência. Para cada bloco de experiência deve colocar o nome da organização, a sua função, a data de início e de término, e uma descrição das suas responsabilidades e realizações.

Educação

A educação é a secção onde coloca o seu percurso académico principal, ou seja, os seus graus académicos, como o ensino secundário, licenciatura ou mestrado. Geralmente, só se coloca o grau ou os dois graus mais recentes. Para cada bloco de educação, deve colocar o nome da escola/universidade, o grau e a designação do curso, assim como a data de início e de término. Também pode colocar uma breve descrição, com aspetos relevantes, como a média final (se for favorável), a participação em projetos académicos ou a pertença a clubes temáticos.

Competências

Presente em qualquer formato de currículo, a secção de competências inclui as habilidades mais relevantes que possui para uma boa execução do trabalho a que se candidata. Se estiver a candidatar-se a um trabalho de rececionista de hotel, por exemplo, esta secção pode incluir competências como atendimento ao cliente, capacidade de comunicação, capacidade de trabalhar sob stress, domínio de programas de gestão de reservas, etc. Apesar de existirem dois tipos de competências, as pessoais e as técnicas, não é habitual fazer essa distinção no documento.

Secções adicionais

Além das secções referidas, pode colocar outras se forem relevantes para a vaga. A secção de idiomas é a mais comum dentro destas, na qual indica as línguas que fala e o seu grau de domínio. Também pode inserir secções como hobbies e interesses, referências, cursos, estágios, atividades extracurriculares, voluntariado, etc.

A ordem das secções é importante?

Sim, a ordem das secções é muito importante. Em primeiro lugar, já imaginou o que seria um CV que começasse com a secção de educação e terminasse com a de informações pessoais? Tal documento teria um aspeto desorganizado e seria muito mais difícil de interpretar, por isso, sim, há um motivo para as secções seguirem a ordem indicada. No entanto, há casos em que a ordem pode ser alterada, caso seja benéfico para o candidato. Por exemplo, num currículo para uma candidatura a investigador numa universidade, ou simplesmente para um recém-formado, pode ser uma boa ideia colocar a secção de educação antes da de experiência profissional para lhe dar maior destaque.

Não se esqueça de adaptar as secções do seu curriculum vitae a cada anúncio de emprego. Demora um pouco mais de tempo, mas ajudará o seu documento a ser encontrado pelos sistemas ATS e a mostrar aos responsáveis pela contratação que tem as qualificações certas para o cargo. Para fazê-lo, deve usar palavras-chave e frases exatas do anúncio de emprego no seu CV. Isto é cada vez mais importante também devido ao uso crescente da inteligência artificial nos processos de recrutamento, como confirma Pedro Amorim, corporate sales director do ManpowerGroup: “A presença e influência da inteligência artificial nos processos de recrutamento tem sido uma presença crescente nos últimos anos, e ganhou ainda mais destaque recentemente“ (1).

Dica de profissional:

Como princípio geral, quanto maior a sua experiência profissional, menor será a necessidade de detalhar a secção de educação. Desta forma, se for um profissional muito experiente, bastará colocar o seu grau académico mais recente e poderá omitir a descrição, ficando-se pelo nome da escola/universidade, grau e a designação do curso, e as datas de início e término.

Estrutura do curriculum vitae: uma escolha importante

Antes de criar um curriculum vitae é muito importante analisar qual o formato mais adequado para si. Diferentes formatos correspondem a diferentes estruturas, concebidas para dar ênfase a aspetos diferentes. Existem dois formatos de CV principais, o cronológico e o funcional.

Formato de curriculum vitae cronológico

O CV cronológico é o mais habitual e apresenta a sua experiência profissional por ordem cronológica inversa, começando pelo cargo mais recente. Este formato destaca o seu histórico profissional e as suas realizações. É ótimo para pessoas que têm uma carreira estável e pretendem demonstrar a sua evolução profissional ao longo do tempo. É um documento fácil de ler, pelo que os recrutadores podem analisar rapidamente as suas informações devido à estrutura padronizada deste formato de curriculum vitae. Se não tiver certeza de qual formato de curriculum vitae escolher, este é a escolha mais segura.

Quem pode beneficiar:

  • Indivíduos com um histórico de trabalho consistente e com poucas lacunas no percurso profissional.
  • Pessoas que pretendem realçar a experiência profissional relevante para uma função específica.

A estrutura típica deste documento é a seguinte:

  1. Informações pessoais
  2. Resumo/objetivo
  3. Experiência profissional
  4. Educação
  5. Competências
  6. Secções adicionais

Formato de curriculum vitae funcional

Um curriculum vitae funcional tem como foco as suas competências e não o histórico de trabalho. Com este formato, a experiência é agrupada em categorias de competências, o que o torna ideal para destacar competências transferíveis. É um formato de currículo muito usado por quem tem lacunas significativas no histórico de emprego, já que não é necessário apresentar a experiência profissional de forma cronológica. Por ser um formato menos usado, também pode ser utilizado para criar um currículo mais criativo, que o(a) destaque da concorrência.

Quem pode beneficiar:

  • Pessoas que pretendem fazer reconversão profissional.
  • Recém-licenciados com experiência profissional limitada.
  • Indivíduos com percursos profissionais não tradicionais (por exemplo, trabalhadores independentes, freelancers, voluntários, etc.).

A estrutura típica deste documento é:

  1. Informações pessoais
  2. Resumo/objetivo
  3. Competências (agrupadas em categorias)
  4. Experiência profissional
  5. Educação
  6. Secções adicionais
“O CV cronológico é o mais habitual e apresenta a sua experiência profissional por ordem cronológica inversa, começando pelo cargo mais recente.”

Qual o melhor formato de curriculum vitae?

A escolha de um formato de curriculum vitae é um aspeto muito importante e pode ser a chave para abrir portas no mercado de trabalho. Não podemos dizer que existe um formato melhor, uma vez que o cronológico pode ser mais adequado para certas pessoas e o funcional para outras. Em qualquer caso, não se esqueça de adicionar todas as secções importantes, incluído secções adicionais se for o caso.

Precisa de ajuda para criar o curriculum vitae perfeito? Então experimente a ferramenta profissional de criação de CV do CVwizard. Pode introduzir todos os seus dados e informações e, em seguida, alternar facilmente entre diferentes modelos e layouts de currículo, reordenar as secções do seu documento ou escolher diferentes esquemas de cores e tipos de letra. Também pode consultar os nossos artigos CV para aprender a criar um documento perfeito. Não espere mais, comece agora mesmo! 

Referências:

(1) CNN Portugal: Empresas já usam inteligência artificial para recrutar os trabalhadores certos

Partilhar via:

Cause uma boa impressão com o seu curriculum vitae.

Crie e descarregue um curriculum vitae profissional de forma fácil e rápida.

Criar curriculum vitae